Resenha literária - Desventuras em serie - O penúltimo perigo


Nome:  Desventuras em serie - O penúltimo perigo
Escritor: Lemony Snicket
Editora: Cia das letras
Nº paginas:  320
Classificação: 4 estrelinhas 

Sinopse: “Quem, em prantos, seguiu as Desventuras em Série publicadas pela Companhia das Letras, vai chorar ainda mais com o 12o e último livro antes do último livro da terrível coleção de Lemony Snicket. Nele, os órfãos Baudelaire enfrentam o odioso Conde Olaf no Hotel Desenlace, onde os horrores se sucedem: uma vilã vestida de alface, gente furtiva perambulando no porão, um relógio sinistro, um açucareiro perdido, uma lavanderia com Cerramento Supravernacular Complexo, um tribunal vendado, pessoas nobres e pérfidas no mesmo barco e um final terrivelmente surpreendente.
Porém, o que contém o açucareiro, e o que é C.S.C.? Só saberemos, talvez, num igualmente misterioso 13o volume.”

Compre na:   Americanas  Amazon  Saraiva  Submarino

Olá leitores do blog, como estão? 

Emfim chegamos ao penúltimo livro da serie Desventuras em serie, neste maravilhoso livro acontecem coisas que vão te deixar de queixo caído e com muita dó das crianças. Mas veremos novamente a Juiza Strauss que apareceu no primeiro livro quando quase Violet se casa com o Conde Olaf.
É um livro que segue a mesma ideia, e vai te fazer chorar e ficar com mais dó ainda dos Baudelaire.

As crianças se encontraram com Kit Snicket, a mulher que estava no taxi quando as crianças estavam na praia de sal onde tudo havia começado. Ela uma agradável senhorita que estava com uma enorme barriga, gravida de meses, levou as crianças até o Hotel Desenlace onde os três se vestidos de conciergis iriam trabalhar no hotel e tetar descobrir entre os hospedes quem era contra C.S.C. que faziam parte da cisão e quem estava a favor de C.S.C.. 

Chegando no hotel logo encontram um dos gêmeos que gerenciam o hotel, e claro um era da cisão e outro era C.S.C., o problema era descobrir porque ambos eram muito idênticos. 

Logo as crianças encontram pessoas que já fizeram parte desta trajetória de desventuras, tais como o Senhor e o Charles de Serraria alto astral, Ésme e Carmelita aparecem novamente, o vice diretor Nero e o professores Bass e Remora do Colégio interno, o sr. Poe e o Jerome. (Sabe quando a gente meio que cria um ship, um casal, eu shipei Jerome com a Juiza Strauss, acho que formam um casal fofo. 

Coisas e mais coisas vão acontecendo, coisas que tem a ver com o açucareiro que iria ser descoberto naquela noite, assim como algumas respostas seriam dadas. 

O livro é fantástico, intrigante e gostoso de ler apesar de tudo. E prestem muita atenção, o narrador vai fazer muitas surpresas, inclusive aparecer na historia contada.



E ai, gostaram da resenha? 

Comentem o que acharam e se já leram o livro. 

Grande beijo e até a próxima postagem. 


Nenhum comentário