Resenha Literária - Desventuras em serie - A gruta gorgônea

08/11/2017

Nome: Desventuras em serie - A gruta gorgônea
Escritor: Lemony Snicket
Nº de paginas: 232
Editora: Cia das letras

Classificação: 3 estrelas, foi o mais chatinho da serie

Compre na:



Sinopse: “Este volume seqüencia à crônica da trágica e desgostosa vida dos irmãos Baudelaire esta, como sempre, repleta de infortúnios. Aqueles que ignorarem a advertência de Lemony Snicket encontrarão Violet, Klaus e Sunny em um tobogã, descendo as águas cinzentas de Arroio Enamorado. A situação não é das melhores: depois de resgatar Sunny das garras do Conde Olaf, os Baudelaire se vêem separados do amigo Quigley, numa jornada rumo ao pé das Montanhas de Mão-Morta.


Perdido no rio que deslisava, estavam assustados e com medo do que poderia acontecer, até que um submarino aparece. Os Baudelaire respondem o enigma corretamente e entram no submarino que por coincidência é de algum que os conhece, que conhece seus pais e o açucareiro. 

Andarée é um navegador de mares, com seu velho submarino iam atrás do açucareiro e por acaso acharam as crianças. Com sua mania de falar positivo apresentou o submarino e sua enteada Fiona, uma jovem garota micetologista do qual Klaus teve um afeto maior e um velho amigo da serraria auto-astral, Phil. 

Juntos foram navegando até encontrarem uma caverna onde poderia estar o açucareiro, porem quem havia entrado lá nunca havia saído. As crianças incluindo Fiona vestiram as roupas de mergulho e juntos foram, sabiam pouco sobre a caverna e algo perigoso dentro dela, mas o suficiente para entrarem. 

Na volta sem o açucareiro descobrem que Sunny foi atingida pelo fungo e precisam encontrar o antidoto para salvar a irma, porem descobrem que o Conde Olaf estava no submarino e que Andarée e Phil haviam desaparecido.

Vemos Carmelita fazendo sua terrível apresentação de balé, crianças trabalhando cansadas de tanto remar o submarino de Olaf, e Esme feliz por sua filha tão in. 

E algo mais sobre o homem com as mãos de gancho que trabalha para o Olaf e o que ele e Fiona tem em comum. 

Sunny é salva, e as crianças fogem, mas recebem uma mensagem e devem retornar para onde tudo começou, a praia de sal, lá poderiam ter mais respostas sobre perguntas que ainda estavam confusas. 


Eu demorei bastante para concluir este livro, é de fato o mais chato da serie, porem muito importante. 

Está quase acabado, e confesso que quando acabar creio que vou sentir falta dos Baudelaire, da forma como o Lemony escreve, é tão diferente e curioso, é uma serie muito gostosa de se ler e de te deixar curioso, ansioso, com raiva, e todos os sentimentos possíveis. Só espero que no final tudo acabe bem. 

É isso leitores, espero que tenham gostado, em breve vai sair a penúltima resenha. Beijo Grande. 

Nenhum comentário