Resenha: Ainda sou eu - Jojo Moyes



Livro: Ainda sou eu 
Autora: Jojo Moyes 
Paginas: 400
Editora: Intrínseca
Sinopse: Sequência dos romances Como eu era antes de você e Depois de você, que arrebataram o coração de milhares de fãs, Ainda sou eu conta, pela perspectiva delicada e bem-humorada de Lou Clark, uma história comovente sobre escolhas, lealdade e esperança.
Lou Clark chega em Nova York pronta para recomeçar a vida, confiante de que pode abraçar novas aventuras e manter seu relacionamento a distância. Ela é jogada no mundo dos super-ricos Gopnik - Leonard e a esposa bem mais nova, e um sem-fim de empregados e puxa-sacos. Lou está determinada a extrair o máximo dessa experiência, por isso se lança no trabalho e, antes que perceba, está inserida na alta sociedade nova-iorquina, onde conhece Joshua Ryan, um homem que traz consigo um sopro do passado de Lou.
Enquanto tenta manter os dois lados de seu mundo unidos, ela tem que guardar segredos que não são seus e que podem mudar totalmente sua vida. E, quando a situação atinge um ponto crítico, ela precisa se perguntar: Quem é Louisa Clark? E como é possível reconciliar um coração dividido?



Terminar uma série de livros sempre causa grandes “tremores” dentro do coração do leitor. Termino de ler “Ainda sou eu” com um sentimento de saudade e alegria. Acompanhar Louisa Clark por sua vida singular e sensacional, foi uma experiência incrível e é difícil dizer “Adeus” para essa personagem divertida, alegre e muito corajosa.



Em ainda sou eu, Lou acabou de chegar em Nova York. Nos primeiros momentos é só “alegria”: está morando em um apartamento na Quinta Avenida, com vista para o Central Park; Vai a vários lugares e eventos chiques e conhece uma pessoinha “especial”.
Só que a morar em nova York não está sendo muito bom para seu relacionamento com Sam (se não leu “Depois de você”, recomendo que leia urgentemente kkk), a distância, a correria, só faz os dois se afastarem cada vez mais.


Louisa além de assistente, acaba se tornando amiga (companheira) de Agnes Gopnik e descobre alguns dos segredos dela, que podem fazer tudo dentro da família mudar. Ela se vê obrigada a esconder esses segredos, e isso faz com que o restante da história se desenrole de um jeito inesperado (no meio do livro fiquei pensando: Mas e agora? O livro só está na metade e já chegou a esse ponto...). Mal sabia eu o que me esperava!

Como no livro anterior, mostra o quanto o Will foi importante para a Lou. Mesmo depois de sua morte, ele sempre esteve presente na vida dela e a fazia pensar com outros olhos para as situações que ela passava. Isso fez com que ela crescesse e descobrisse quem ela realmente é e se olhasse de outra forma.
Lou com sua personalidade única, conquista algumas amizades superimportantes para a história. E eu fiquei simplesmente maravilhada com o desfecho.

Foram 6 anos até a construção final da história da personagem, mas sem pressa para algo que no final, valeu cada minuto lendo. Jojo não decepcionou. Deu o final que uma personagem como a Lou, merecia e ainda fez os leitores se emocionarem e torcerem por ela. Da Lou, sempre ficará a lembrança da sua bondade, carisma, alegria e suas eternas meias listradas de abelhinha. 


"Ainda sou apenas a Louisa Clark, sua garota ligeiramente desajeitada de Stortfold"

P.S.: Já estou com saudades!


Nenhum comentário