5 coisas que aprendi com 20 anos



É comum que, quando chegamos a adolescência, venhamos a pensar: "Quero fazer 18 anos, assim ninguém me enche o saco", ou "Quero ir morar sozinho (a)!". São coisas que provavelmente já passou na sua cabeça em algum momento entre os 13 e os 18 anos. Comigo não foi diferente. Eu não via a hora de ter minha própria casa, de pode sair para todos os lugares (meus pais sempre foram bem rígidos), basicamente de não dever satisfação a ninguém.

Aí veio os tão esperados 18 anos, e....? Basicamente nada mudou.
Veio falar um pouquinho de coisas que aprendi com as experiências da minha vida (para uma pessoa de 20 anos, até que tenho bastante). 


1 - Sair da casa dos pais nem sempre é a primeira opção
Quase ninguém com 18 anos tem capacidade de morar sozinho. É a fase em que muitos começaram a fazer faculdade, conseguiram o primeiro emprego (que nem sempre o salário dá para passar o mês), vem as responsabilidades, as maiores cobranças - da família e de si mesmo - estão começando a viver no mundo "adulto" e percebem que "nem tudo são flores".

2 - Nem todas as amizades continuam depois do ensino médio.
Isto é um fato! Boa parte das nossas amizades do tempo de colégio, vão se distanciando com o passar dos tempos. Todos começam a ir para a faculdade, trabalhar, namorar, ter filhos, e fica difícil conciliar as "agendas" então o convívio vai ficando para trás. Muitos acabam só se vendo na rua, no intervalo do curso (faculdade), no supermercado e etc. Sempre fica naquela: "Vamos marca de sair qualquer dia", mas esse "dia" nunca chega. Mas deixando claro: NÃO SÃO TODAS AS AMIZADES QUE ACABAM ASSIM!

3 - Faculdade não é só diversão
Não vou mentir... tem muitas pessoas que levam o curso com a barriga, e vivem participando das festas das Atléticas. Mas nem só de fará viverá o universitário! Tem muita ralação para conseguir "0,25" nas atividades, trabalhos que você muitas vezes, passa a noite toda acordado para conseguir terminar, seminários (meu terror particular) e as vezes, muitos professores chatos. Vontade de desistir sempre vem, principalmente quando recebemos as notas no final do semestre, vem aquele pensamento: “Para que eu estou fazendo isso?"... Mas é uma experiência super incrível, encontrar pessoas que gostam das mesmas coisas que você, conversar sobre vários temas importantes para sua área de formação e para a vida em si. Vale a pena!

4 - Sonhos e incertezas caminham juntos
Você vai sonhar com várias coisas para o futuro, vai querer experimentar todas as novas possibilidades que lhe aparecer, vai fazer amizades mais maduras (nem sempre são tão maduras assim), e criar mais responsabilidade. Mas, mesmo que aconteça isso contigo, vai ter momentos em que você vai sentir medo do futuro, medo de não conseguir alcançar seus objetivos, olhar para a vida dos seus antigos colegas e pensar "E se fosse eu?". Mas fica calmo, é só um momento. O importante é não parar mesmo que pareça que está dando tudo errado.  Tudo que acontece é experiência e nos faz sermos mais fortes e confiantes. 

5 - A vida está em constante mudança
Acho que é bem claro isso nos outros tópicos. 
Sonhos mudam, amizades mudam, sentimentos mudam, os gostos mudam, VOCÊ muda. Isso faz parte de nós desde o dia em que nascemos e fica conosco até o dia da nossa morte. É algo inevitável, e não podemos controlar, quando menos esperamos... "Puff" - Mudou! A mudança não é só inevitável, é necessária. Como você se tornaria uma pessoa responsável se não tivesse havido mudanças de comportamento e pensamentos desde o seu tempo de criança? Quando começamos   a pensar na vida, percebemos vários momentos da nossa trajetória, que propiciaram que fossemos quem somos hoje, independentemente de a situação atual ser boa ou ruim. 


Foram só 5 coisinhas básicas que eu aprendi, mas sei que você provavelmente vai aprender (ou já aprendeu) várias outras coisas também, assim como eu. 



Nenhum comentário