19/04/2017

Dica de Filme: O discurso do rei



Nome: O discurso do rei
Ano: 2011
Duração: 1h58min
Elenco: Colin Firth, Geoffrey Rush, Helena Bonham Carter
Gênero: Biografia, drama, histórico
Nacionalidade: Reino Unido
Classificação: 5 estrelas, um filme muito bom
Sinopse: “Desde os 4 anos, George (Colin Firth) é gago. Este é um sério problema para um integrante da realiza britânica, que frequentemente precisa fazer discursos. George procurou diversos médicos, mas nenhum deles trouxe resultados eficazes. Quando sua esposa, Elizabeth (Helena Bonham Carter), o leva até Lionel Logue (Geoffrey Rush), um terapeuta de fala de método pouco convencional, George está desesperançoso. Lionel se coloca de igual para igual com George e atua também como seu psicólogo, de forma a tornar-se seu amigo. Seus exercícios e métodos fazem com que George adquira autoconfiança para cumprir o maior de seus desafios: assumir a coroa, após a abdicação de seu irmão David (Guy Pearce).

Sempre curti muito as historias sobre a realeza, principalmente historias reais e que tem relação com a Inglaterra que é um dos lugares que desejo tanto conhecer. Este filme retrata uma parte muito importante da vida do pai da Rainha Elizabeth segunda e como ele teve que agir diante de uma situação constrangedora da qual não conseguia domar, a gagueira. O rei George VI foi um homem incrível que durante todo o seu reinado lutou ao lado do povo, o máximo que lhe era permitido.


A historia começa com um discurso de Albert, futuro rei George. Ele gaguejava enquanto lia o papel e olhava para todas aquelas pessoas, ficava nervoso e se sentia de certa forma desconfortável, mas seu pai estava doente e ele precisava fazer o discurso. Todos de sua família sabia que o irmão de George, David não poderia ser um bom rei, por isso o pai começou a treinar o filho para a realeza.


Mas quando o rei George V morre, seu filho David sobre ao trono como Eduardo VIII, mas não ficaria ali por muito tempo, pois queria se casar com uma mulher divorciada e a lei da igreja não permitia, já que o rei representaria o líder da igreja, sendo assim ele teve que abdicar o trono e deixar Albert ser o rei.

Albert mudou seu nome para George VI um memorável nome de rei, mas ele ainda tinha um problema, a gagueira, tinha que se tratar de qualquer maneira e foi assim que vários especialistas ou quase tentaram ajudar o rei mas sem sucesso, até que Elizabeth, sua esposa encontrou o homem que ajudaria seu marido a não gaguejar, Lionel.


No começo ouve algum problemas, Lionel o via como uma pessoa qualquer, mas o rei não queria se abrir para uma conversa, mas o tempo passa e Lionel acaba virando um amigo, um grande amigo que fez com que a Inglaterra tivesse um grande rei, George VI.

É um filme muito bom, e cheio de emoção, não tem como não gostar, lembrando que é um tanto hilario, existe muitas cenas engraçadas. Vi também que a uma semelhança do Rei George VI com a Rainha Elizabeth II, ambos não queria o trono, mas fizerem historia reinando a Inglaterra, por isso merecem a minha admiração.


Nenhum comentário:

Postar um comentário