07/08/2015

Aquela música - Poema Paula Pimenta

Não me atrevo a ouvir de novo aquela música.
Ela foi culpada
Ensurdeceu meus ouvidos,
Paralisou meu sorriso,
Jogou fora o meu disfarce.
Sensibilizou todo o momento,
Mudou o clima da sala,
Tirou o meu domínio da situação.
Mais que isso.
Ela me fez idealizar,
Te idolatrar,
Te amar,
Te querer
Possessivamente.
Me fez ter vontade de te causar vontade
De cantar aquela mesma musica
Até o disco furar,
Até o sonho acabar,
Até o mundo cansar,
E nos despedir,
Nos despejar,
Nos exilar,
E termos que nos mandar.
Sem nenhum lugar para onde ir...

Imagem retirada da internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário